ARTIGO / NOTÍCIA

selecionado.

Remessa de boletos por e-mail

Remessa de boletos por e-mail

Clube Militar

Rio de Janeiro, 15 de março de 2021.

 

O Clube Militar tem acompanhado a dificuldade dos associados para o recebimento dos boletos, sejam referentes às mensalidades, sejam referentes aos planos de saúde, devido, principalmente, pelo serviço que tem sido prestado pelos Correios.

Sempre focado no bem-estar do Quadro Social, decidimos por apresentar duas maneiras para que os boletos cheguem, com mais facilidade, às mãos dos interessados.

Desta forma, vimos informar aos distintos associados que a partir do mês de ABRIL (vencimento em abril) o Clube passará a efetuar a remessa dos boletos APENAS por e-mail.

Para aqueles que não dispõem de e-mails ou, ainda, não os disponibilizaram para a nossa Secretaria-Geral, lembramos que o SITE do Clube Militar já dispõe, há algum tempo, da "Área do Sócio”, onde é possibilitada a retirada dos respectivos boletos.

Por fim, lembramos ao distinto Quadro Social que os boletos não mais serão enviados pelos Correios, evitando a dispendiosa e problemática situação.

Muito obrigado pela compreensão!

A DIRETORIA.

Compartilhe esta página nas suas redes sociais:

Outros artigos/notícias

Turmas Militares
Turmas Militares
Márcia Modesto

Está claro que os editores de dicionários desconhecem o verdadeiro significado do verbete aplicado aos alunos das escolas militares. Para nós, camaradas de Armas, turma é muito mais! Turma é identidade, é símbolo, é comunhão, é analogia.
Turma é… marca registrada!

Lula causa alerta em imprensa que vem lhe apoiando e Estadão faz editorial preocupante; VEJA
Lula causa alerta em imprensa que vem lhe apoiando e Estadão faz editorial preocupante; VEJA
Terra Brasil Notícias

Ao regurgitar preconceito contra paulistas do interior e contra o agronegócio, o petista reafirma sua natureza divisionista e revela que é ele quem ignora um Brasil que trabalha e produz.

A Revolução permanente e o ativismo judicial
A Revolução permanente e o ativismo judicial
Roberto Motta - Revista Oeste
Ao contrário do que pensa e prega essa elite, a noção de direitos humanos não começou na Revolução Francesa, apresentada como o ápice do desenvolvimento político e moral da humanidade.